Sistema Musculoesquelético :

A Acupuntura tem efeitos comprovados por estudos científicos em múltiplas áreas da medicina. Na vertente musculoesquelética, nos casos de omalgia, lombalgia, osteoartrose do joelho, reparação da rutura de tendão e dor crónica, a atuação da Acupuntura tem resultados eficazes e duradouros. Sabemos que os problemas musculoesqueléticos afetam milhões de pessoas em todo o mundo.

A dor, associada a essas doenças, reduz a qualidade de vida aos indivíduos. A Acupuntura mostra-se um tratamento válido e uma alternativa com resultados que complementa os tratamentos convencionais.

A omalgia é uma situação comum de dor, limitação e incapacidade. Os tratamentos convencionais, com AINE´s, corticoides ou fisioterapia, nem sempre apresentam resultados satisfatórios, motivando apenas um alívio temporário. Na omalgia a evidência científica mostra que a Acupuntura consegue obter melhorias comprovadas através do exame físico, redução do nível da dor, melhoria na funcionalidade e menor dependência de medicação analgésica.
A lombalgia é outra sintomatologia onde a Acupuntura mostra resultados contundentes. Num estudo com mais de onze centenas de doentes com histórico de lombalgia crónica, ao dividir-se o grupo em dois, concluiu-se que os tratados com a Acupuntura deram uma resposta positiva em perto de 50%; o grupo submetido a tratamento convencional obteve uma resposta de positiva em pouco mais de 20%.
Mas os estudos e os resultados científicos não terminam aqui. No caso da osteoartrose do joelho, causa comum de dor e incapacidade na população idosa, mais de metade da população afetada tem dificuldades em obter um alívio satisfatório da dor, recorrendo ao paracetamol, anti-inflamatórios, opióides e, em muitos casos, com necessidade de abordagem cirúrgica. Estudos comprovam que os tratamentos com Acupuntura estão associados a uma melhoria significativa da dor, inclusive em pacientes em lista de espera para a colocação de prótese. A Acupuntura, ao comparar-se com as outras abordagens, é a opção que mais alívio da dor proporciona.
Na reparação da rutura de tendão, estudos com ratinhos comprovam o efeito da Acupuntura no aumento da concentração e reorganização do colagénio durante a cicatrização, ao mesmo tempo os fatores de crescimento são estimulados.
A dor crónica, incluindo as enxaquecas, osteoartrite, dores do ombro, cervicalgia, chega a afetar 40% da população. As únicas opções são os analgésicos e, por vezes, os opióides. A Acupuntura, para além dos estudos demonstrarem os efeitos positivos nestas doenças, revelou-se a abordagem mais eficaz comparada com as ações tradicionais. A redução da intensidade da dor e a melhoria do bem-estar físico e a sua manutenção, criam uma melhor qualidade de vida e, por consequência, sociedades mais saudáveis.

Deixe um comentário