As pessoas que comem de forma emocional tendem a comer em resposta a emoções. A alimentação emocional é considerada uma resposta problemática uma vez que normalmente conduz ao excesso alimentar e à manutenção do efeito de gratificação que a comida representa e que continuará a ser usado como forma de reduzir o stresse emocional. Além disso, sabe-se hoje que a alimentação emocional aumenta, em particular, o consumo de alimentos doces ou ricos em gordura. Para que consiga lidar com situações emocionais difíceis de forma adequada, é fundamental primeiro identificar essas emoções. A Psicologia Clínica ajuda-o neste processo. Não hesite em procurar-nos!

Esperamos por Si…

Clínica UNO

Acupuntura Médica | Medicina Estética | Medicina Antienvelhecimento | Fisioterapia | Psicologia | Psicologia Clínica | Hipnose Clínica | Nutrição | Podologia | Homeopatia | Consultoria Biocomportamental | Medicina Integrativa | Coaching e Mediação de Conflitos

Deixar uma resposta